Textos


QUANDO O CORAÇÃO CHORA

Vejo pessoas pelas ruas inocentes, outras ausentes, umas consciente, de que não sabem para onde ir, e nem onde estão
São transeuntes viajantes do tempo, ou moradores da rua onde
vivem, sem destino a andar, agem como zumbis

A multidão parece que tem em mente um objetivo, só parece
Caminham em várias direções, para o nada, pois ao chegar a noite em casa, percebem que tudo está na mesma. Que hoje é sexta feira, e ontem foi quinta sem feira, fora isso, tudo é igual ao dia de ontem

As perguntas são as mesmas, o sembrante carregado
O desanimo, o cansaço, a solidão, e o coração chorando

O ser humano parece estar vivendo por obrigação
E não por vontade de viver, tudo é feito por conveniência
Decisões são tomadas no ultimo momento, quando nada
mais se pode fazer

O bom senso já não existe, a compaixão a muito já se perdeu
O pavio está cada vez mais curto, a coisa ta assim, ME OLHA EU DISCUTO.

O pai enterrando os filhos, a mãe optando por matar sua prole
Ao invés de gerar outra

Que mundo é esse, que pessoas são essas ?

Igor Rodrigues Santos

 
Poeta Igor Rodrigues Santos
Enviado por Poeta Igor Rodrigues Santos em 27/10/2018
Alterado em 02/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários