Textos


                      Minha casinha
Aqui nesta casinha foi onde tudo começou
Vida sofrida, mais divertida também
Dias sem descanso, de lida dura, e de sol quente
A pele ardia, e eu nada temia
Em tudo eu só via amor e alegria, era tão bom.
Bem cedo eu acordava, e logo pegava a estrada em
busca do pão
A mãe de longe gritava, anda menino, traga logo esse leite
Cuidado com o tropico, não me cai nesse chão
Chegava da escola, e mal eu comia
Para o campo eu corria, onde lá me divertia
Com meu pai a cantar
Cada roça rosada, eu dava risadas, com meu pai a xingar
Xingava as formigas que lhe mordiam os pés
Pés cansados, do dia inteiro a rosar
Aqui nessa casinha foi aonde tudo começou
Começou meu desespero, perdi meu sossego
Meu paizinho se foi
Minha mãezinha querida, teve que encarar a batalha perdida que a finco meu pai lutou
Seu corpo cansado de pegar duro no arado
Tão logo se entregou
Cuidei de minha mãezinha e de toda família
Até que um dia minha rainha me deixou.
A história é um pouco emocionante,
Mas não vou prolongar
Foi nessa casinha que tudo começou
Casinha que hoje só existe nesta tela
Porque o vento, ela derrubou
Quando nela quero entrar, fecho meus olhos
E vejo minha mãe sorrindo
Meu pai pela porta saindo, e com um aseno
dizendo, que mais tarde iria voltar
Mais logo abro meus olhos, porque na minha casinha,
não consigo ficar
As lembranças cortam o coração
É tanta emoção, que começo a chorar
Choro porque quero de volta minha casinha
Minha estrada e meu cão
Choro porque quero de volta minha vida
Minha lida, meu pai meus irmãos
Choro porque quero você, mãezinha
Mãezinha do meu coração..

Igor Rodrigues Santos
Poeta Igor Rodrigues Santos
Enviado por Poeta Igor Rodrigues Santos em 29/10/2018
Alterado em 29/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários