Textos


ABRA OS OLHOS: REFLEXÃO

REFLEXÃO: ABRA OS OLHOS

Se um dia você acordar
E ver que lá fora o tempo
está feio

Pense nos que
nada podem ver

Se ao deitar em sua
cama, e a mola
do colchão lhe
ferir as costas

Pense nos que tem apenas
o chão frio como colchão
para descansar seu corpo

Se o som do rádio do
vizinho está alto de
mais, e lhe incomoda

Não se esqueça de uma coisa,
Existem pessoas, que nada
podem ouvir

Se você acha que sua vida
Não anda lá essa coisa
E não sabe o que fazer dela

Faça o seguinte
Acorde cedo
Sente-se em uma pracinha
perto de sua casa

Permaneça ali por algumas
horas observando as
pessoas

Depois vá até um hospital
E estando lá, feche os olhos
E se veja no banquinho da
pracinha

Abra os olhos, e feche-os
outra vez, agora você não
está, mas sentado em um
banquinho de praça

Ainda no leito hospitalar
se coloque no lugar
de um enfermo, e não
deixe de sentir sua dor

A essa altura já se
passaram dois anos de
idas e vindas ao hospital

Você está triste, não recebe
visitas

Não sabe quando terá alta

E se um dia poderá voltar, a
andar

Olhe para o teto da sala, feche
mais uma vez os olhos, e pense
na manhã em que, você acordou
pela manhã, e o tempo estava feio

Abra os olhos e volte correndo para
sua casa

Porque mesmo que tenhas
Que despertar em uma manhã
Chuvosa

Mesmo que o dia custe a passar

Tenho certeza, de que é lá que você
Gostaria de estar.

Pense nisso.

Igor Rodrigues Santos
Poeta Igor Rodrigues Santos
Enviado por Poeta Igor Rodrigues Santos em 31/10/2018
Alterado em 31/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários